Frases e Citações do Papa Francisco



O Papa Francisco possui diversas frases e citações. Selecionamos diversas delas para que você conheça-as:


Como seria belo se cada um de vós pudesse, ao fim do dia, dizer: hoje realizei um gesto de amor pelos outros!

"Bote" amor e sua vida será como uma casa construída na rocha.

Felizes aqueles que se fixam especialmente na parte boa dos outros.

O dinheiro tem que servir, não governar.

Como é belo o olhar de Jesus posto sobre nós! Quanta ternura! Não percamos jamais a confiança na paciente misericórdia de Deus!

O amor de Cristo e a sua amizade não são ilusórios. Jesus na Cruz mostra como eles são reais.



A lógica mundana impele-nos para o sucesso, o domínio, o dinheiro. A lógica de Deus para a humildade, o serviço e o amor.

Um cristão nunca pode andar chateado nem triste. Quem ama Cristo é uma pessoa cheia de alegria e que irradia alegria.

Nossa vida é um caminho, quando paramos, não vamos para frente.

Conservemos viva a nossa fé por meio da oração e dos sacramentos, estejamos vigilantes, para não nos esquecermos de Deus.

O Espírito Santo faz-nos olhar para os outros de modo novo, vendo-os sempre, em Jesus, como irmãos e irmãs que temos de respeitar e amar.

Felizes os que têm misericórdia. Felizes os que sabem colocar-se no lugar de outro, os que têm a capacidade de abraçar, de perdoar.

Apenas os que dialogam podem construir pontes e vínculos.



Cada um de nós cultiva no coração o desejo do amor, da verdade, da vida… e Jesus é tudo isto em plenitude!

Peçamos ao Senhor que nos faça compreender a lei do amor. Que bom é termos esta lei! Como nos faz bem, apesar de tudo amar-nos uns aos outros!

O coração humano deseja alegria. Nós todos queremos alegria, cada família, cada povo aspira à felicidade.

Deus não pertence a nenhum povo.

A verdadeira riqueza não está nas coisas, mas no coração.

O amor abre-te às surpresas: o amor é sempre uma surpresa, porque pressupõe um diálogo a dois. Entre quem ama e quem é amado.

Felizes aqueles que são capazes de ajudar os outros a sair dos seus erros, das suas equivocações. São verdadeiros amigos e não deixam ninguém caído por terra.



Algumas pessoas cuidam melhor de seus cães do que dos seus irmãos.

Adorar a Deus significa aprender a estar com Ele, despojar-nos dos nossos ídolos escondidos e colocar o Senhor no centro da nossa vida.

Por isso, é muito importante recuperar o amor através do sonho de cada dia. Nunca deixeis de ser namorados!

Os milagres existem, mas é necessária a oração! Uma oração corajosa que luta, que persevera, não uma oração de circunstância.

O verdadeiro amor impele-te a gastar a vida, mesmo a risco de ficares com as mãos vazias. Pensemos em São Francisco: deixou tudo, morreu com as mãos vazias, mas com o coração cheio.

Não se pode viver como cristão fora desta rocha que é Cristo. Cristo dá-­nos solidez e firmeza, mas também alegria e serenidade.



Não tenho ouro nem prata, mas trago comigo o mais valioso: Jesus Cristo.

Peço um favor, com jeitinho, rezem por mim.

E nós dizemos que Deus é o Deus das surpresas, porque Ele nos amou primeiro e espera-nos com uma surpresa.

Somente a pessoa que sente felicidade em buscar o bem dos outros, no desejo de felicidade, pode ser um missionário.

Se engana quem acha que a riqueza e o status atraem inveja... as pessoas invejam mesmo é o Sorriso fácil, a Luz própria, a Felicidade simples e sincera e a Paz interior.

Aceita Jesus Ressuscitado na tua vida. Mesmo se estiveste longe, dá um pequeno passo na sua direção: Ele te espera com os braços abertos.

O verdadeiro amor é amar e deixar-me amar.

A felicidade verdadeira, a felicidade que enche o coração não está nos trapos que vestimos, nos sapatos que calçamos, na etiqueta de determinada marca.

Deus dá as batalhas mais difíceis aos seus melhores soldados.

Tudo aquilo que se compartilha, se multiplica.

O segredo é que o amor é mais forte do que o momento em que se discute, e por isso aconselho aos esposos: não terminem o dia em que discutiram sem fazer as pazes, sempre.

Ele sabe que a verdadeira felicidade encontra-se em sermos sensíveis, em aprender a chorar com os que choram, em aproximar-se de quem está triste, em deixar chorar sobre o próprio ombro, dar um abraço.

Não deixe que ninguém tire a sua esperança.

Um cristão nunca pode andar chateado nem triste. Quem ama Cristo é uma pessoa cheia de alegria e que irradia alegria.

No Pai-Nosso dizemos: "o pão nosso de cada dia nos dai hoje". Os esposos podem rezar assim: "Senhor, o amor de cada dia nos dai hoje... ensina-nos a amar-nos".

Jesus é mais do que um amigo. Ele é um mestre da verdade e da vida que nos mostra o caminho que leva à felicidade.

Deus não cansa de perdoar... Nós é que cansamos de pedir perdão.

São essenciais, na vida cristã, a oração, a humildade, a caridade para com todos: este é o caminho para a santidade.

Mas para derrotar a guerra, é preciso amor. Como se pode viver sem guerra? Com amor.

Jesus sabe que, neste mundo de tanta concorrência, inveja e agressividade, a verdadeira felicidade passa por aprender a ser pacientes, a respeitar os outros, a não condenar nem julgar ninguém.

Cuidemos do nosso coração porque é de lá que sai o que é bom e ruim, o que constrói e destrói.

Jesus não é somente um amigo. É um mestre de verdade e de vida, que revela o caminho para alcançar a felicidade.

Jesus é o sorriso de Deus. Ele veio para nos revelar o amor do Pai, a sua bondade, e a primeira maneira em que Ele fez isto foi sorrir para os seus pais.

Felizes aqueles que são portadores de nova vida, de novas oportunidades. Felizes quantos trabalham para isso, aqueles que lutam para isso.

A realidade pode mudar, o homem pode mudar. Procurem ser vocês os primeiros a praticar o bem, a não se acostumarem com o mal e sim vencê-lo.



É Deus que dá a vida. Respeitemos e amemos a vida humana, especialmente a vida indefesa no ventre de sua mãe.

Certamente não na frívola compulsão do ter e do aparecer, não, nisto Deus não vem, nem o encontramos nisto. Mas, certamente, ele vem onde há fome e sede de paz, fome e sede de justiça, de liberdade e de amor.

Se desejamos seguir a Cristo de perto não podemos escolher uma vida fácil e tranquila. Devemos escolher uma vida exigente, mas cheia de alegria.

Os direitos humanos são violados não só pelo terrorismo, a repressão, os assassinatos, mas também pela existência de extrema pobreza e estruturas econômicas injustas, que originam as grandes desigualdades.

Estamos irritados com alguém? Rezemos por essa pessoa. Isto é amor cristão.

Como seria belo se cada um de vós pudesse, ao fim do dia, dizer: hoje realizei um gesto de amor pelos outros!

Qual é a alegria que os cristãos estão chamados a viver e testemunhar? É a alegria que vem da proximidade de Deus, a sua presença nas nossas vidas.

Não se pode viver sem os amigos, eles são importantes!

Cada Sexta-feira nos permite lembrar quanto Jesus sofreu por nós. Fazei, Senhor, que não nos esqueçamos jamais de quanto nos amais.

Mas o amor de Deus por nós não é uma palavra abstrata. Tornou-se visível e tangível em Jesus Cristo.

Posso dizer que as alegrias mais belas e espontâneas que vi ao longo da minha vida são as alegrias de pessoas muito pobres que têm pouco a que se agarrar.

A paz é um bem que supera qualquer barreira, porque é um bem de toda a humanidade.



Se nos comportarmos como filhos de Deus, sentindo-nos amados por Ele, a nossa vida será nova, cheia de serenidade e de alegria.

Como é bom ser acolhido com amor, generosidade e alegria!

Como seria belo se cada um de vós pudesse, ao fim do dia, dizer: hoje realizei um gesto de amor pelos outros!

Não há necessidade de consultar um psicólogo para saber que quando você denigre o outro é porque você mesmo não consegue crescer e precisa que o outro seja rebaixado para você se sentir alguém.

Os jovens têm que sair e se fazer valer, sair a lutar pelos seus valores.

A aliança de amor e fidelidade, vivida pela Sagrada Família de Nazaré, ilumina o princípio que dá forma a cada família e a torna capaz de enfrentar melhor as vicissitudes da vida e da história.

"Bote" amor e sua vida será como uma casa construída na rocha.

Ao ateu, não diria que sua vida está condenada, porque estou convencido de que não tenho direito de fazer juízo sobre a honestidade dessa pessoa.

A verdade é que, quando se sai às ruas, como fazem todos os homens e mulheres, acidentes acontecem. No entanto, se a Igreja se fechar em si mesma, se torna ultrapassada. Entre uma Igreja que sofre acidentes lá fora e outra adoecida pela autorreferência, não tenho dúvidas em preferir a primeira.

O Evangelho da família é, verdadeiramente, alegria para o mundo, visto que lá, nas nossas famílias, sempre se pode encontrar Jesus; lá habita, em simplicidade e pobreza, como fez na casa da Sagrada Família de Nazaré.

Sempre que possível, dê um sorriso a um estranho na rua. Pode ser o único gesto de amor que ele verá no dia.

Ninguém vence sozinho, nem no campo, nem na vida!

A vida cristã não se limita à hora de rezar, mas requer um compromisso contínuo e corajoso que nasce da oração.

Uma família e uma casa são duas realidades que se reclamam mutuamente. Este exemplo mostra que devemos insistir nos direitos da família, e não apenas nos direitos individuais.

O segredo da vida cristã é o amor. Só o amor preenche as lacunas causadas pelo mal.

Aprendi que para ter acesso ao Povo Brasileiro, é preciso ingressar pelo portal do seu imenso coração: por isso permitam-me que nesta hora eu possa bater delicadamente a esta porta.

Ser cristão não se reduz a cumprir mandamentos, mas é deixar que Cristo tome posse da nossa vida e a transforme.

Os avós são a sabedoria da família, são a sabedoria de um povo. E um povo que não ouve os avós, é um povo que morre! Ouçamos os avós!

Estamos irritados com alguém? Rezemos por essa pessoa. Isto é amor cristão.

Não sejamos ingênuos, não se trata de uma simples luta política. É uma pretensão destrutiva ao plano de Deus. Não se trata de um mero projeto legislativo, é apenas o sinal de uma mentira que pretende confundir e enganar aos filhos de Deus.

Não se cansem de trabalhar por um mundo mais justo e solidário.

No vosso caminho familiar, partilhais tantos momentos belos: as refeições, o descanso, o trabalho em casa, a diversão, a oração, as viagens e as peregrinações, as ações de solidariedade… Todavia, se falta o amor, falta a alegria; e Jesus é quem nos dá o amor autêntico.

Quero que saiam fora. Quero que a Igreja saia às ruas.

O amor de Cristo e a sua amizade não são ilusórios. Jesus na Cruz mostra como eles são reais.

Maravilhar-se é abrir-se aos outros, compreender as razões dos outros: essa atitude é importante para curar relacionamentos comprometidos entre as pessoas e é também indispensável para curar feridas abertas no âmbito familiar.

Que a Igreja seja sempre um lugar de misericórdia e de esperança, onde todos sejam bem-vindos, amados e perdoados.

Bote amor e sua vida será como uma casa construída na rocha.

Penso em todos os que estão desempregados, frequentemente por causa duma mentalidade egoísta que procura o lucro a todo o custo.

A verdadeira riqueza não está nas coisas, mas no coração.

O primeiro lugar, e o mais importante, para transmitir a fé é o lar, através do exemplo calmo e diário de pais que amam o Senhor e confiam na sua palavra.

É Deus que dá a vida. Respeitemos e amemos a vida humana, especialmente a vida indefesa no ventre de sua mãe.

Envolver-se na política é uma obrigação para o cristão. Nós cristãos não podemos nos fazer de Pilatos e lavar as mãos, não podemos!

Devemos restaurar a esperança dos jovens, ajudar aos velhos, estar abertos ao futuro, espalhar o amor.

Esta é a grande missão da família: deixar lugar a Jesus que vem, acolher Jesus na família, na pessoa dos filhos, do marido, da esposa, dos avós... Jesus está aí. É preciso acolhê-lo ali, para que cresça espiritualmente naquela família.



Que a Igreja seja sempre lugar de misericórdia e esperança, onde cada um se possa sentir acolhido, amado e perdoado.

Posso dizer que as alegrias mais belas e espontâneas que vi ao longo da minha vida são as alegrias de pessoas muito pobres que têm pouco a que se agarrar.

Hoje as pessoas estão sofrendo de pobreza, mas também de falta de amor.

Para além de seus prementes problemas e de suas necessidades urgentes, a família é um "centro de amor", onde reina a lei do respeito e da comunhão, capaz de resistir aos ataques da manipulação e da dominação dos "centros de poder mundanos".

Um cristão vive sempre cheio de esperança, não pode jamais deixar-se cair no desânimo.

Que seja garantida a proteção jurídica do embrião e que o ser humano seja protegido desde o primeiro instante de sua existência.

Não há amor sem comunicar-se, não há amor isolado.

Isto ajuda a unidade da família. Se vocês têm problemas na família, pensem nas coisas boas que tem a pessoa da família com a qual vocês têm problemas, e se maravilhem disto. E isto ajudará a curar as feridas familiares.

Seria maravilhoso, no mês de Maio, rezar juntos em família o Terço. A oração faz com que a vida familiar torne-se ainda mais sólida.

Quem constrói em Deus constrói sobre a rocha, porque Ele é sempre fiel, mesmo quando faltamos com a fidelidade.

Que tipo de amor que não sente a necessidade de falar do amado, de apontá-lo, de fazer com que todos o conheçam?



O matrimônio cristão e a vida familiar são compreendidos em toda a sua beleza e fascínio, se estiverem ancorados no amor de Deus, que nos criou à sua imagem para podermos dar-Lhe glória como ícones do seu amor e da sua santidade no mundo.

A nossa vida está verdadeiramente animada por Deus? Quantas coisas anteponho a Deus, em cada dia?

Estamos irritados com alguém? Rezemos por essa pessoa. Isto é amor cristão.

Em cada sociedade, as famílias geram paz, porque ensinam o amor, o acolhimento e o perdão, que são os melhores antídotos contra o ódio, o preconceito e a vingança que envenenam a vida de pessoas e comunidades.

Bote fé, que a vida terá um novo sabor. Bote fé, bote a esperança e bote o amor.

"Não existe mãe solteira. Mãe não é um estado civil."

Se queremos seguir Cristo de perto, não podemos procurar um vida cômoda e tranquila. Será uma vida empenhada, mas cheia de alegria.

O dom mais valioso para os filhos não são as coisas, e sim o amor dos pais.

Ore pela graça de não falar mal dos outros, de não criticar, de não difamar, mas de amar a todos.

Nunca terminem o dia sem assinar a paz. Às vezes penso nos casais que, depois de tantos anos, se separam. Talvez não tenha sabido perdoar a tempo.

Peçamos ao Senhor que toda a nossa vida cristã seja um luminoso testemunho da sua misericórdia e do seu amor.

As famílias não são peças de museu, mas é através delas que se concretiza o dom, no compromisso recíproco e na abertura generosa aos filhos, assim como no serviço à sociedade.

Isso é, o verdadeiro amor é concreto, está nas obras, é um amor constante. Não é um simples entusiasmo. Também, tantas vezes é um amor doloroso: pensemos no amor de Jesus levando a cruz.

A juventude é a janela pela qual o futuro entra no mundo.

Os milagres existem, mas é necessária a oração! Uma oração corajosa que luta, que persevera, não uma oração de circunstância.

Vocês são um ícone de Deus: a família é um ícone de Deus. O homem e a mulher: precisamente a imagem de Deus. Ele disse, não sou eu que digo. E isso é grande, é sagrado.

O verdadeiro amor não pode se isolar. Se está isolado, não é amor. É uma forma espiritualista de egoísmo, de permanecer fechado em si mesmo, buscando o próprio bem. É egoísmo.

Às vezes, na nossa vida, os óculos para ver Jesus são as lágrimas.

Se encontramos o sentido da vida em Jesus, então não podemos ficar indiferentes diante de alguém que sofre, de alguém que está triste.

As famílias constituem o primeiro lugar onde nos formamos como pessoas e, ao mesmo tempo, são os "tijolos" para a construção da sociedade.

Ninguém vence sozinho, nem no campo, nem na vida!

"Nunca compartilhei a ideologia marxista, porque ela é falsa (...)"

Senhor, dai-nos a graça de chorarmos pela nossa indiferença, pela crueldade que existe no mundo e em nós.

Como ensinava um bom sacerdote irlandês, "a família que reza unida permanece unida" e irradia a paz.

Não se pode viver sem os amigos, eles são importantes!

Faz mais barulho uma árvore que cai que um bosque que cresce

Não vos contenteis com uma vida cristã medíocre, caminhai decididamente para a santidade.

A família atravessa uma crise cultural profunda, como todas as comunidades e vínculos sociais. No caso da família, a fragilidade dos vínculos reveste-se de especial gravidade, porque se trata da célula básica da sociedade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário